Por um BCMW mais acessível – Brasília Capital Moto Week

Por um BCMW mais acessível

Home / Novidades / Por um BCMW mais acessível
Por um BCMW mais acessível

Por um BCMW mais acessível

Saulo Ulai

Para quem é portador de necessidades especiais, pequenas mudanças no mundo e gestos de educação ajudam a garantir que a experiência de viver seja tranquila, que a inclusão seja total. De olho no compromisso de abraçar todo o nosso público, sem distinções, o Brasília Capital Moto Week investiu em uma estrutura completa de acessibilidade neste ano. Além disso, pessoas com deficiência e seus acompanhantes tem entrada liberada!

O músico Saulo Ulai, cadeirante há 26 anos, é o coordenador de acessibilidade do evento. Ele é o responsável por cada detalhe que faz com que as pessoas com necessidades especiais sejam bem recebidas no encontro. Foram feitas revitalizações de todas as rampas – e acrescentadas outras onde não havia. As duas praças de alimentação também foram adequadas para receber os visitantes especiais e dois banheiros são inteiramente acessíveis.

Os portadores com deficiência tem uma visão privilegiada a 25 metros do palco principal, por onde passam atrações como Capital Inicial e Titãs. Para isso, foi construída na lateral esquerda um elevado com 1,80 metros, que foi testado para não atrapalhar a locomoção e a visibilidade do restante do público.

Saulo destaca a sensibilidade e o comprometimento da organização do Brasília Capital Moto Week com o assunto. “Os sócios do evento estão dando todo o suporte necessário para fazer dessa a edição mais acessível. A maioria dos cadeirantes, ou das pessoas com algum tipo de necessidade, normalmente não sai de casa, não trabalha, porque fica com medo de não conseguir acessar. Eu mesmo já deixei de ir a vários eventos porque não tinha acessibilidade”, comenta.

Acesso especial

Funcionários que estão trabalhando no BCMW, entre brigadistas, seguranças e lojistas, passaram por um treinamento para que o atendimento aos nossos visitantes especiais seja o mais humanizado possível.

Os convidados com deficiência, assim como seus acompanhantes, são identificados com pulseiras, garantindo prioridade em uma emergência ou no atendimento no posto médico, por exemplo. Mais uma conquista que Saulo ajudou a implantar. “Nós que estamos na cadeira de rodas, principalmente quando o ambiente está muito cheio, temos a sensação de que estamos perdidos, o que pode gerar uma certa fobia”, explica. “Com esse sistema, fica tudo mais seguro e fácil”.

O objetivo é garantir que TODOS curtam os dez dias de programação no maior encontro motociclístico da América Latina, dando exemplos para as gerações futuras. “A gente tem nossa necessidade especial, mas isso não quer dizer que eu sou diferente de quem anda. Eu penso, raciocino, trabalho e posso fazer muita coisa.  Nós somos consumidores, também. E podemos curtir um evento assim”, avisa Saulo.

O Brasília Capital Moto Week ocorre de 19 a 28 de julho, no Parque de Exposições Granja do Torto.

Só vendo. Só vindo.

 

 

Deixe um comentário

Seu email não vai ser publicado.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support