Cinco itens para verificar na moto antes de viajar – Brasília Capital Moto Week

Cinco itens para verificar na moto antes de viajar

Home / Novidades / Cinco itens para verificar na moto antes de viajar
Cinco itens para verificar na moto antes de viajar

Cinco itens para verificar na moto antes de viajar

Como o maior encontro motociclístico da América Latina e o terceiro maior do mundo, o Brasília Capital Moto Week recebe milhares de visitantes. Aos amigos que vão pegar a estrada neste ano, contudo, é sempre bom lembrar da imprescindível revisão, que deve ser geral, a cada 12 mil quilômetros rodados, e periódica a cada 6 mil quilômetros. Será que a sua está em dia?

Para garantir uma viagem com segurança e curtir bem o evento, o mecânico Sérgio Macarejo, da Ducati, dá algumas dicas importantes que você confere aqui

1 – Pneus

Dependendo da quilometragem a ser percorrida, é importante verificar se os seus estão em condições de rodar. Macarejo explica que, se os dois pneus forem macios, a vida útil costuma ser de 5 mil a 8 mil km rodados. Caso o motociclista opte por um conjunto misto, com um macio e outro duro, o valor de referência sobe para 17 mil km. “O pneu tem uma marca que determina quando ele deve ser trocado. É bom checar antes de pegar a estrada”, avalia o mecânico.

2 – Pastilhas de freio

O freio, como um todo, deve ser verificado, é claro. Mas o que pode passar despercebida é a checagem das pastilhas de freio, um item de segurança que sofre desgaste com frequência. Diferentemente do pneu, que tem uma marca, não há indicação exata de quando as pastilhas devem ser substituídas. “Cabe ao motociclista avaliar. Se o trajeto for contínuo, não usa muito o freio. Mas se for um trajeto com muito quebra-mola, haverá um desgaste maior”, aponta Macarejo.

3 –  Cabos e parafusos

Cabos do acelerador, embreagem e do freio – no caso das motos mais antigas – devem ser verificados! Caso estejam desgastados, podem romper na estrada, gerando uma dor de cabeça desnecessária, não é mesmo? Além disso, o que também pode afrouxar durante a viagem são os parafusos do veículo. “Tem que reapertar a moto inteira”, lembra nosso mecânico.

4 – Lembre-se de lubrificar a transmissão

Item básico! A transmissão é a corrente que dá tração à roda e garante o movimento da moto. Verifique se ela está bem lubrificada. Ah, e também não se esqueça de trocar o óleo, os filtros e de checar os líquidos do radiador

5 – Observe a segurança

Para Macarejo, o principal fator a ser levado em conta na hora de pegar a estrada rumo ao Distrito Federal é, mesmo, a segurança. “Todos devem estar com capacete, luva, bota e óculos. Se beber, não dirija. Descanse no período de trajetos longos, pelo menos de 300 km em 300 km dê uma parada, beba uma água, use o banheiro”, observa.

Atendendo todas essas dicas, agora é só acelerar rumo à capital do país. Brasília sempre estará à espera.

Só vendo, só vindo.

Deixe um comentário

Seu email não vai ser publicado.